Biometano

Compass e São Martinho fecham contrato para comercialização de biometano

Contrato traz volume médio de 63 mil metros cúbicos de biometano por dia

Redação TN Petróleo/Assessoria
07/11/2023 09:47
Compass e São Martinho fecham contrato para comercialização de biometano Imagem: Divulgação Visualizações: 89

A Compass e a São Martinho anunciaram na noite desta segunda-feira (06/11) a assinatura de um contrato para comercialização de biometano. O gás de origem renovável, que será produzido pela São Martinho na unidade Santa Cruz, localizada em Américo Brasiliense (SP), será adquirido pela Compass – que levará ao mercado de gás brasileiro mais uma alternativa de suprimento.

O contrato tem um prazo de cinco anos renováveis por mais cinco, com volume médio de produção de 63 mil metros cúbicos de biometano por dia durante o período de safra (abril a novembro), a partir de 2025. Este é o maior contrato do país, em volume, entre um produtor de biometano do setor sucroalcooleiro e uma comercializadora independentes entre si.

O biometano será produzido a partir da purificação do biogás gerado pela biodigestão da vinhaça de cana-de-açúcar, um resíduo proveniente da fabricação de etanol. A construção da planta de biometano da Santa Cruz, um investimento de R$ 250 milhões anunciado pela São Martinho em outubro, está marcando a entrada da empresa no mercado de gás natural de origem renovável.

"Esse novo negócio está alinhado ao nosso plano estratégico e nos permite aumentar a rentabilidade por hectare cultivado e diversificar nossa receita em renováveis", afirma Fabio Venturelli (foto), presidente da São Martinho.

Na Compass, a assinatura do novo contrato potencializa o crescimento do segmento de Marketing & Serviços da companhia.

"Estamos construindo um portfólio de soluções cada vez mais completas e sob medida para os nossos clientes na direção de uma transição energética segura e eficiente para uma economia de baixo carbono. Esse contrato é mais um estímulo para o desenvolvimento do biometano e também do mercado livre de gás", explica Nelson Gomes, presidente da Compass.

Recentemente, a Compass anunciou a emissão de R$ 1,7 bilhão em debêntures com metas ESG, sendo uma delas justamente aumentar o volume de distribuição de biometano. Em agosto a Compass já havia anunciado um acordo com a Orizon para formar uma empresa com o objetivo de construir uma planta de biometano no aterro sanitário de Paulínia, SP.

Sobre o biometano - O biometano, que pode ser obtido tanto a partir de subprodutos da indústria sucroalcooleira como dos resíduos urbanos e do saneamento, é um energético renovável, que se equivale ao gás natural de origem fóssil, sendo ambos intercambiáveis. Assim como o gás natural, o biometano pode ser utilizado no consumo residencial, comercial e industrial, na geração de energia e como combustível para veículos, diminuindo as emissões de carbono.

Mais Lidas De Hoje
Veja Também
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.

17