Transição Energética

Membros da IRENA impulsionam a ação global de energia no caminho para a COP28

Ações de curto prazo devem ter prioridade máxima para acelerar com urgência a transição energética nos próximos anos e corrigir o rumo de 1,5°C até 2050. Esta é a mensagem enviada pelos líderes de energia do 13ª Assembleia da IRENA, o primeiro marco na agenda global de energia de 2023, que começou com uma discussão de alto nível sobre “Transição Energética Mundial – O Estoque Global”.


23/01/2023 15:19
Membros da IRENA impulsionam a ação global de energia no caminho para a COP28 Imagem: Divulgação Visualizações: 135

O primeiro Global Stocktake na COP28 no final deste ano representa um ponto crucial para identificar lacunas e oportunidades para a implementação do Acordo de Paris. Estabelecido no Acordo, ele avalia o progresso coletivo para atingir as metas climáticas de longo prazo e forma a base para definir ações prioritárias imediatas para traçar um caminho prático a seguir nos próximos sete anos até 2030.

Na Assembleia, os membros da IRENA confirmaram sua disposição de apoiar totalmente a Presidência da COP28 dos Emirados Árabes Unidos, estabelecendo os conhecimentos mais recentes sobre a transição de energia renovável e alavancando a cooperação internacional por meio da plataforma global da Agência. Construir um entendimento comum sobre como deve ser o roteiro para 2030 é fundamental para conduzir uma agenda global de energia.

Líderes da área de energia de governos, setor privado e organizações internacionais forneceram informações sobre as ações prioritárias necessárias nos próximos anos, dado o cronograma de 2030 para reduzir as emissões pela metade e atingir as metas de desenvolvimento sustentável. As discussões concluíram que:

O mundo não está no caminho certo para atingir as metas climáticas e de desenvolvimento e está até regredindo em alguns casos. A ação não pode ser adiada e deve ser tomada com soluções já disponíveis.


Embora cada país seja diferente, cada um deve encontrar uma maneira de equilibrar as prioridades nacionais com metas de curto e longo prazo para acelerar as ações nacionais do mundo.


O Balanço Global é um processo importante. O que é igualmente importante é encontrar um acordo comum sobre as prioridades globais após a COP28 em Dubai.


A IRENA continua sendo a plataforma global de transições de energia para impulsionar ações em um ritmo mais rápido.
“Embora as transições energéticas estejam progredindo em todo o mundo”, disse o diretor-geral da IRENA, Francesco La Camera, “os esforços devem ser acelerados, garantindo que os benefícios sejam distribuídos uniformemente entre países e comunidades. A cooperação internacional desempenhará um papel vital para garantir que todos os países tenham a oportunidade de acelerar a implantação de tecnologias à prova de clima e garantir o investimento necessário para atingir seus objetivos. A associação da IRENA oferece uma plataforma única para conduzir uma agenda global de energia na COP28 e além.”

A energia tem um impacto descomunal na entrega da ação climática. O World Energy Transitions Outlook da IRENA estabelece uma direção para permanecer no caminho até 2050. Ele enfatiza que permanecer nesse caminho depende de ação suficiente até 2030 e mostra que as tecnologias para fazer esse progresso já existem.

O Outlook posiciona a eficiência e a eletrificação como principais impulsionadores, possibilitados por energia renovável, hidrogênio verde e bioenergia moderna e sustentável. Crucialmente, ele coloca um foco significativo em políticas e implicações socioeconômicas para fornecer as nuances necessárias para diversas circunstâncias de países e regiões individuais.

Por meio da contribuição da IRENA para o Global Stocktake, a Agência continua a demonstrar que as transições de energia baseadas em fontes renováveis são tecnicamente e economicamnete viáveis, e se gerenciadas adequadamente, uma fonte de soluções para prioridades políticas, como criação de empregos, desenvolvimento industrial, segurança energética e universalização de seu acesso, entre outros.

Fonte: Redação TN com assessoria

Mais Lidas De Hoje
Veja Também
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.