BRANDED CONTENT

Era da transição energética precisa escalar a inovação e otimizar processos

Redação TN Petróleo/Assessoria
28/05/2024 17:55
Era da transição energética precisa escalar a inovação e otimizar processos Imagem: Divulgação Visualizações: 189 (0) (0) (0) (0)

O Brasil poderá ser responsável por 10% da demanda global de petróleo em 2050, segundo o estudo inédito da UFRJ chamado “Transição Energética Justa: O Caso do Setor de Óleo e Gás no Brasil”. Atualmente, a representatividade do país está próxima de 4%.

Estes dados mostram o papel significativo da indústria nacional de petróleo e gás para a matriz energética mundial, ajudando a promover a transição energética, já que a intensidade de carbono do petróleo brasileiro é baixa e sua qualidade é adaptável ao parque de refino internacional.

Além disso, com o aumento de produção, o Brasil contribui para garantir a segurança energética global, assegurando a disponibilidade de petróleo para atender à demanda.

Ao mesmo tempo, a produção média anual de petróleo e gás natural nacional atingiu recorde de 4,344 milhões de barris de óleo equivalente por dia em 2023, revelaram números da ANP.

Era da transição energética
Este movimento mundial da transição energética busca a substituição de combustíveis fósseis por fontes energéticas menos intensivas em carbono. É um processo complexo, que exige mudanças significativas na forma de ofertar e utilizar energia. 

O setor de petróleo e gás faz parte desse momento, com a experiência e a capacidade de investimento e inovação, captação de recursos em larga escala, operação de grandes estruturas, adaptação e reutilização de infraestruturas.

Neste sentido, as empresas de petróleo e gás estão concentrando esforços cada vez maiores na transição energética e na energia limpa. Porém, os gastos diretos das companhias em combustíveis e tecnologias de baixo carbono representam apenas 4% do seu investimento upstream, de acordo com levantamento da Deloitte.

Por isso, o desafio central é escalar a inovação, mantendo a rentabilidade para os acionistas e intensificando esforços em prol do futuro.

Foco no futuro e na inovação.
Para as empresas do segmento manterem o foco nas estratégias de negócios, na inovação e no futuro, visando também a transição energética, é fundamental contar com parceiros especializados que possam otimizar processos, como no caso de atividades de logística e no gerenciamento de viagens de colaboradores.

A Copastur Energy, marca exclusiva da Biosfera Copastur voltada para o mercado de óleo, gás e energia, oferece uma ampla gama de serviços para facilitar as operações diárias das empresas do setor.

Nossos serviços incluem a gestão das viagens, a reserva de hospedagem, o agendamento de transfer, a logística de treinamentos e exames dos profissionais, o planejamento das escalas de embarque e desembarque, o acompanhamento da troca de turma, entre outros, agilizando processos.

Assim, as organizações não precisam deslocar uma equipe para tratar de todos os trâmites ligados às viagens corporativas e à logística. Como consequência, os gestores e líderes das empresas de óleo e gás podem cuidar apenas de questões estratégicas, como a transição energética.

Com célula dedicada de atendimento, abrangência global e expertise, a Copastur Energy também tem conhecimento completo sobre os desafios de logística no segmento e consegue encontrar as melhores oportunidades e negociações, promovendo economia com viagens e hospedagem.

Com a Copastur Energy, sua empresa otimiza a logística, facilita processos, reduz custos e se concentra na estratégia do negócio.

Saiba mais: https://www.copastur.com.br/energy/ 

Siga a Copastur nas redes sociais: 

        

Mais Lidas De Hoje
Veja Também
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.