Energia Eólica

Enel Green Power inaugura Parque Eólico Aroeira e anuncia construção do Parque Eólico Pedra Pintada na Bahia

Aroeira será capaz de gerar 1.800 GWh anualmente, o equivalente à energia necessária para abastecer cerca de 849 mil residências por ano

Redação TN Petróleo/Assessoria
05/04/2024 17:23
Enel Green Power inaugura Parque Eólico Aroeira e anuncia construção do Parque Eólico Pedra Pintada na Bahia Imagem: Divulgação Visualizações: 290 (0) (0) (0) (0)

A Enel Green Power Brasil, braço de geração renovável do Grupo Enel no país, anunciou hoje a operação comercial do Complexo Eólico Aroeira (348 MW), localizado nos municípios de Umburanas, Morro do Chapéu e Ourolândia, na Bahia. A construção de Aroeira envolveu um investimento de cerca de R$ 2,1 bilhões. O evento de inauguração do parque eólico contou com as presenças do governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, do Presidente da Enel Brasil, Antonio Scala, e do Responsável pela Enel Green Power no país, Bruno Riga, entre outras autoridades. Durante o evento de inauguração do parque, a Enel Green Power anunciou um novo projeto, o parque eólico Pedra Pintada, localizado na mesma região do interior baiano e que está em fase final de construção, com investimentos da ordem de R$ 1,8 bilhão. Ao todo, a EGP gerou 6 mil empregos na construção dos dois empreendimentos, dos quais mais de 2 mil foram ocupados por trabalhadores da região.  

"Com Aroeira e Pedra Pintada, estamos celebrando hoje duas importantes contribuições para a diversificação das fontes renováveis no Brasil. A Enel é um investidor de longo prazo e tem reiterado o compromisso de seguir investindo em geração renovável e distribuição de energia, gerando emprego e desenvolvimento", afirma Antonio Scala, Presidente da Enel Brasil.

"Estamos trabalhando, dialogando com empresas e associações, para que o nosso Estado possa participar cada vez mais da geração de emprego e renda qualificada e fomentar a cadeia produtiva renovável local", destaca Jerônimo Rodrigues, governador da Bahia.

O Complexo Eólico Aroeira (348 MW) será capaz de gerar 1.800 GWh anualmente, o equivalente à energia necessária para abastecer cerca de 849 mil residências. A produção de energia da planta tem potencial para evitar a emissão de 757 mil toneladas de CO2 na atmosfera anualmente. Composto por 81 aerogeradores, o complexo eólico é conectado à Subestação Ourolândia II por meio uma Linha de Transmissão (LT) de 18,5 quilômetros.

Já o novo parque Pedra Pintada terá 193,5 MW de capacidade instalada e será composto por 43 aerogeradores. O projeto, em fase avançada de construção nas cidades de Umburanas e Ourolândia, será capaz de gerar mais de 894 GWh por ano, o equivalente à energia necessária para abastecer cerca de 435 mil residências. A produção de energia da usina tem potencial para evitar a emissão de 374 mil toneladas de CO2 na atmosfera anualmente.

No Brasil, o Grupo Enel possui uma capacidade total instalada renovável de mais de 5,9 GW, dos quais mais de 3,3 GW são de fonte eólica, mais de 1,4 GW são de fonte solar e cerca de 1,3 GW de hidro.

Compromisso com as comunidades locais

Em linha com o compromisso de Criação de Valor Compartilhado (CSV) do Grupo Enel, a Enel Green Power desenvolve, desde o início da construção do complexo eólico Aroeira, em 2022, diversas ações de Sustentabilidade, a partir do diálogo permanente com as comunidades locais. Ao todo, foram beneficiados mais de 12 mil moradores dos três municípios da área de influência do parque, em 19 iniciativas nas áreas de educação ambiental, cidadania, saúde, diversidade, cultura e formação profissional.

Por meio do programa Enel Compartilha Oportunidade, a EGP desenvolveu ações para fomentar a empregabilidade e melhoria da renda dos beneficiados, promovendo qualificações e treinamentos. A empresa priorizou a contratação de trabalhadores de comunidades locais durante a fase de obras do Complexo Eólico Aroeira. Mais de mil trabalhadores locais foram contratados, o que representa 51% da mão de obra empregada na fase de implementação da usina.  Na área de capacitação profissional, foram realizados, em parceria com o Senai, 16 cursos profissionalizantes nas cidades de Umburnas e Ourolândia, com 160 formandos. 

Na área ambiental, a EGP atuou nas comunidades locais com a implantação do Sistema Bioágua, tecnologia social de reaproveitamento de águas cinzas (águas residuais originada a partir de processos domésticos como lavar louça, roupa e tomar banho) para irrigação e adubação.  Os produtores rurais locais também passaram a ter acesso a assessorias técnicas fomentadas pela EGP, além da criação de um viveiro de mudas com plantas medicinais.

No segmento cultural, o projeto Baú de Leitura proporcionou a instalação de salas de leitura escolares, com um acervo de 900 obras de literatura infantil e juvenil, além de duas bibliotecas digitais. A iniciativa, que também promove oficinas de contação de histórias, já beneficiou mais de 2.600 alunos.

A Enel Green Power®, dentro do Grupo Enel, desenvolve e opera usinas de energia renovável e está presente na Europa, Américas, Ásia, África e Oceania. Líder mundial em energia limpa, com capacidade total de mais de 63 GW e um mix de geração que inclui energia eólica, solar, geotérmica e hidrelétrica, a Enel Green Power está na vanguarda da integração de tecnologias inovadoras em usinas de energia renovável.

 

Mais Lidas De Hoje
Veja Também
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.

20