Campanha

Com projeção no Cristo Redentor, campanha Verificado da ONU se une ao enfrentamento da violência contra mulheres

#ParaCadaUma, nova etapa da iniciativa global Verificado, da ONU, será lançada em 7 de agosto com evento interreligioso no Santuário Cristo Redentor. Ação conta com intervenções no Museu do Amanhã e no Museu de Arte, no Rio, no Teatro Amazonas, em Manaus, e divulgação em painéis da Eletromidia em todo o país, no metrô de São Paulo e VLT do Rio de Janeiro


03/08/2022 14:21
Com projeção no Cristo Redentor, campanha Verificado da ONU se une ao enfrentamento da violência contra mulheres Visualizações: 108

No próximo dia 7 de agosto, data em que se celebra a sanção da Lei Maria da Penha, a Organização das Nações Unidas (ONU), através da iniciativa global Verificado, lança no Brasil a campanha #ParaCadaUma, que trata da violência doméstica e familiar contra mulheres. O primeiro passo da ação será um ato inédito sobre o tema no Santuário Cristo Redentor, às 19h30, com representantes de diversas religiões - budismo, candomblé, catolicismo, espiritismo, evangelismo, hare krishna, islamismo, judaismo e umbanda. Haverá, ainda, uma projeção no monumento, que é cartão postal do Rio de Janeiro, e a apresentação da cantora Kell Smith, que fará um número musical.

 

Baseando-se na legislação vigente sobre o assunto -- Lei Maria da Penha --, a campanha #ParaCadaUma pretende falar, tipificar e exemplificar todos os tipos de violência contra as mulheres. O objetivo é fazer com que cada uma das cinco violências (psicológica, moral, patrimonial, sexual e física) seja identificada e nomeada, abrindo espaço para o enfrentamento a cada uma delas.

 

Para Roberta Caldo, do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio), a campanha ajudará a esclarecer sobre os tipos de violência, pois somente com informação adequada as mulheres poderão sair de ciclos de opressão: "Queremos nomear e trazer luz sobre cada um dos tipos de violências que a lei caracteriza, para que homens e mulheres possam identificá-las e contribuir para que as vítimas deixem situações de abuso e sejam donas de suas histórias. A informação é a chave para esse processo".

 

O ato no Santuário Cristo Redentor se soma a outras intervenções. O Museu de Arte do Rio (MAR), o Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, e o Teatro Amazonas, em Manaus, terão iluminação lilás acompanhando o Agosto Lilás - mês de conscientização pelo fim da violência contra a mulher -, como forma de adesão à #ParaCadaUma. As linhas 4, 5, 8 e 9 de trem e o metrô de São Paulo terão 20 portas de vagões adesivadas e transmissão de mensagens de combate à violência doméstica e familiar nos monitores de vagões e plataformas. O VLT Carioca e a Eletromidia também apoiam a causa com a divulgação do projeto nas telas.

 

De acordo com a 16ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, uma mulher é vítima de feminicídio no Brasil a cada 7 horas. Segundo Daniela Grelin, diretora executiva do Instituto Avon, a informação é a energia propulsora para que ciclos de violência doméstica e familiar sejam reconhecidos e enfrentados: "A partir do momento em as pessoas passam a conhecer quais são as condutas agressivas de gênero, habilitam-se a reconhecer quando estão acontecendo dentro de suas próprias casas, em seus locais de trabalho ou com alguém próximo". E complementa: "O conhecimento é o ponto de partida para a reação e para a busca por ajuda. A campanha #ParaCadaUma vai colaborar para que homens e mulheres identifiquem comportamentos perigosos, se posicionem e, principalmente, apoiem as brasileiras que precisam. Apenas a conscientização e a colaboração da sociedade podem colaborar para transformar essa realidade".
 

A campanha brasileira #ParaCadaUma é parte da iniciativa global Verificado da ONU e tem apoio institucional do Instituto Maria da Penha e Instituto Avon, além de colaborações da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Eletromidia, Grupo CCR, Museu de Arte do Rio, Museu do Amanhã, Nigro Entretenimento, Santuário Cristo Redentor, ViaMobilidade, ViaQuatro e VLT Carioca.
 

Sobre Verificado - O projeto Verificado é coordenado no Brasil pelo Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio) e conta com a colaboração da Purpose, uma das maiores organizações de mobilização social do mundo. É uma iniciativa global da ONU que implementa campanhas de comunicação para impacto na vida real. Fornece informações que salvam vidas, ao mesmo tempo em que cria resiliência de longo prazo contra desinformação e falta de informação. Acesse o site.
 

No Brasil, durante a pandemia da COVID-19, as ações do projeto Verificado incluíram exposição com a Turma da Mônica no Metrô de São Paulo; festival de música online Cada Um De Nós, com participação de 27 celebridades; e colaborações com Agência Lupa, Gloob, Quebrando o Tabu, Cartoon Network, Comitê Olímpico e Paralímpico Brasileiro, Dráuzio Varella, entre outros.
 

Sobre o Instituto Avon - O Instituto Avon é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que atua na defesa de direitos fundamentais das mulheres, por meio de iniciativas nas causas da atenção ao câncer de mama e do enfrentamento às violências contra as meninas e mulheres. Por meio de ações próprias e também de parcerias com instituições da sociedade civil, setor privado e poder público, o Instituto Avon se concentra na produção de conhecimento e no desenvolvimento de iniciativas que mobilizem todos os setores da sociedade para o avanço das causas. Desde a sua fundação em 2003, o braço social da Avon no Brasil já investiu R$ 180 milhões no país em mais de 400 projetos, beneficiando diretamente mais de 5 milhões de mulheres e engajando mais de 130 empresas privadas em suas iniciativas.

Fonte: Redação TN com assessoria
 

Mais Lidas De Hoje
Veja Também
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.